SINAIS DE QUE SUA EMPRESA PRECISA DE SUPORTE EM TI

A tecnologia já foi algo distante para as PMEs. Há alguns anos o custo de um sistema de gestão, ou um servidor, fugia muito das possibilidades orçamentárias dessas empresas. Hoje, a tecnologia tornou-se uma premissa para negócios que querem se sustentar e crescer. E existem vários fornecedores de tecnologia que estão focados em oferecer soluções acessíveis e escaláveis. O que ajuda a viabilizar que os investimentos dessas empresas sejam mais proativos, e não somente em casos emergenciais.

Para que os investimentos feitos pelas PMEs em tecnologia tragam resultados, e não complexidades e prejuízos, é importante que essas empresas atentem-se aos sinais que aparecem em diferentes estágios do negócio:

DO ESTÁGIO INICIAL ATÉ ONDE A EMPRESA CHEGOU

O fato de uma PME ter demanda por um sistema de gestão, por servidores e outros equipamentos, traz complexidade para a operação, mas é sinônimo de que o negócio está crescendo. Lidar com diferentes fornecedores, linguagens de software, sistemas operacionais, bancos de dados, pode ser um complicador para empresas com equipes enxutas e focadas no negócio principal. Essas atividades demandam profissionais especializados que se responsabilizem, não apenas por suportar esse ambiente computacional, mas também implantar boas práticas e trazer soluções e inovações do mercado para dentro da empresa.

A tecnologia bem coordenada pode ter sido dispensável até um certo momento. Mas logo fica claro que, para a empresa continuar crescendo, precisará aprimorar essa área.

ESTÁGIO QUE A EMPRESA VIVE NO PRESENTE SEM UMA TI PARA PMES

É no dia a dia das operações que a empresa sente na pele os problemas que uma TI mal suportada pode trazer nos quesitos:

Disponibilidade: O sistema fica fora, o link de internet cai, a empresa fica sem telefonia. Além do impacto que cada incidente desse traz, o usuário não tem para quem pedir ajuda. E muitas vezes o problema é resolvido e ninguém sabe como, nem o que causou;
Segurança: Informações vazam da empresa, a rede sofre ataques de vírus, phishing, spam e, além de causar paradas na operação. Tudo isso contribui para a queda na confiabilidade e na qualidade dos serviços prestados;
Desempenho: A equipe é prejudicada pelos itens acima, bem como por rede lenta e equipamentos que funcionam abaixo da capacidade. Além de ter sua produtividade prejudicada e potencial desperdiçado;
Foco: Pessoas do core business precisam parar suas atividades e se aventurar com TI. Instalar software, formatar computador, arrumar impressora, ligar para operadora de telefonia para reportar problemas etc. – e isso desvia o foco da empresa;